EMPREENDEDORISMO

Ideias para restaurantes na pandemia: descubra como se reinventar na pandemia e não fechar as portas

Querendo ou não, a ideias para restaurantes na pandemia foi um dos setores que mais foram prejudicados, levando muitas empresas até de renome, a fecharem suas portas.
Dessa forma, muitos donos de restaurantes, viram com o surgimento da pandemia, os seus negócios, e sonhos acabando para sempre.

Isso porque, a modalidade de comer fora do lar caiu bastante, removendo a principal forma de sustento de muitos, sendo os fluxos de pessoas e consumo no local.

Para você ter uma ideia, de acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SP), mais de 12 mil bares e restaurantes fecharam suas portas, apenas na cidade de São Paulo.

Imagine o tanto de restaurantes e bares que tiveram que fechar suas portas em todo o país? De acordo com pesquisas, esse número pode ultrapassar os 300 mil locais.
Sabendo disso, só se manteve de pé, e se mantêm até hoje, aqueles que souberam usar a crise ao seu favor, e se reinventaram.

Reinvente sua gestão de vendas! Ideias para restaurantes na pandemia

Até porque, a pandemia mudou completamente o sistema de venda de muitos restaurantes, uma vez que foi reduzido o número de clientes dispostos a comer no local, e um crescente números de entregas e pedidos para viagem online.

Essa tendência foi visível por anos e o surto de pandemia tornou essa tendência ainda mais grave, onde quem se adaptou a ela, vem conseguindo reduzir um pouco dos impactos causados pela crise.

No entanto, a pergunta é: você se reinventou nessa pandemia? Se não, essa será a grande oportunidade de evitar ter suas portas fechadas.

Confira a seguir tudo sobre o que os restaurantes estão fazendo para fugir da crise da COVID-19, e assim se manter de pé, para você utilizar no seu negócio.

7 maneiras usadas pelos restaurantes na pandemia para diminuir suas perdas e manterem de pé

Só fugiu da crise, e evitou fechar as portas, aqueles restaurantes que rápido se adaptaram as necessidades da pandemia.
E a grande surpresa que a pandeia trouxe para muitos, é que grande parte dos principais serviços hoje, podem e devem ser fornecidos de forma online.

Dessa forma, bares, restaurantes, padarias e todos os outros estabelecimentos de comida fora do lar, tiveram que se render a um único lugar: a internet.
E isso era algo previsto há muito tempo, mas a pandemia do COVID-19 intensificou isso do dia para noite, onde quem estava dentro, teve que se aperfeiçoar e melhor, e quem estava fora da internet, teve que correr para se adaptar.
No entanto, muitas pessoas ficaram fora disso, onde por mais que seja a tendência para o futuro, ainda se trata de algo novo para muitos.

Assim, a dúvida é: como vender se durante a pandemia, muitos restaurantes precisaram não podem receber pessoas nos locais?
Ou seja, se faz necessário tomar uma medida para evitar maiores prejuízos.
Desse modo, se você ainda está fora, nós vamos te ajudar nesse processo, citando algumas maneiras para você reduzir suas perdas, e assim se manter de pé.

Vale lembrar que todas as medidas estão sendo usadas em todo o mundo, sendo indicadas por especialistas, para manter o restaurante de pé.
Estamos falando de algo com foco em reerguer o seu sonho.
Confira:

Feche as instalações, mas não interrompa a produção de alimentos

Você deve saber que uma das coisas que você deve pensar menos em fechar, será a cozinha.
Nesse sentido, saiba que de acordo com alguns protocolos de segurança da COVID-19, restaurantes não podem receber clientes para comer dentro do local, mas não impede a sua produção.
Dessa forma, fechar tudo pode ser um verdadeiro problema, uma vez que no decorrer dos períodos a tendência é voltar ao normal, e você perder aquele local.

Mas, talvez você fique com dúvida: vou produzir no local, mas como entregar?
A resposta para isso é exatamente simples
Como já citamos, houve um número bastante crescente de entregar e também pedidos para viagem online.
Ou seja, quais são as boas notícias? Você pode permitir que seus clientes peçam sua comida online para entrega e entrega.

Saiba que INDEPENDENTE DO PRODUTO que você venda, hoje em dia se torna totalmente possível entregar usando a própria internet.
Portanto, você pode continuar com a produção de alimentos no local do restaurante, só que ao invés de servir nas mesas, como era de costume, o pedido será embalado e entregue ao cliente aonde ele solicitar.
Para reduzir os custos, você pode reduzir a carga de funcionários temporariamente, durante os períodos em que só a cozinha possa funcionar.

Muitos países, inclusive o Brasil, estão com o sistema de flexibilização, onde alguns restaurantes, bares e padarias podem ir abrindo aos poucos, o que já pode ajudar a complementar o sistema de entregas.

Comece a vender online a partir do seu próprio site

Quando falamos em entregas e vendas online, você como proprietário de um restaurante, padaria, confeitaria e dentre outros, já consegue imaginar aplicativos como iFood, Uber Eats, e dentre outros.
E saiba que você está totalmente correto, e a sua empresa precisa estar nesses locais como sem falta.
Até porque, os picos de acessos e procuras das pessoas nos dias de hoje são esses locais.

No entanto, e se junto a essas plataformas, você tiver o seu site? Saiba que isso ia trazer uma enorme autoridade e profissionalismo ao seu restaurante.
Muitos restaurantes na pandemia estão adaptando esse sistema de pedidos via site, onde todo o processo de compra será realizado por lá.
Então, você pode fazer um conjunto entre plataforma e site, e assim alavancar suas vendas.

Por que você deve vender em seu próprio site?

O início das vendas em plataformas pode levar várias semanas e o tempo é essencial agora.
Além disso, em muitos casos, as plataformas de pedidos online cobram uma comissão alta, que provavelmente você pode não estar pronto para pagar.

Nesse sentido, uma alternativa que pode lhe ajudar bastante a evitar isso tudo, e até trazer uma maior autoridade digital ao seu negócio, é construir um site de vendas.
Lá no site você pode colocar exatamente tudo do seu restaurante, como todos os produtos, formas de entrega, como são preparados, em resumo, tudo que ficaria limitado uma plataforma.

No entanto, saiba que de forma alguma você deve sair das plataformas de pedido, principalmente agora no começo.
O seu site precisa inicialmente de um reconhecimento no meio digital, para que grande parte das vendas comecem a ocorrer por ele.
Você pode fazer uma divulgação nas embalagens dos seus produtos, nas redes sociais e em diversos outros lugares.
Saiba que é algo inovador, e que pode trazer diversos pontos positivos ao seu site.

Não mande os funcionários para casa ainda: Ideias para restaurantes na pandemia

Como citamos anteriormente, você pode fechar as instalações e reduzir a sua carga de funcionários.
No entanto, quando falamos em reduzir, não estamos induzindo a demissões, e sim a envolver a equipe em outras atividades.

Sendo assim, um erro de muitos donos de restaurantes, foi no momento do desespero, mandar grande parte dos funcionários para casa, gerando uma série de despesas adicionais.

Até porque, estamos falando em diversos custos de demissão que devem ser pagos aos funcionários demitidos, o que nesse momento crítico, não é o mais indicado.

Desse modo, sabe os seus funcionários que ficaram sem função e parados no momento, redistribua as suas atividades, mas não os mande para casa.

Seja flexível com seus clientes: Ideias para restaurantes na pandemia

Por exemplo, sabe aquele atendente, que tem afinidade com informática? Você pode colocar ele para administrar e atender os pedidos dos sites e plataformas.
Outro garçom ou garçonete com afinidade em falar com o público, você pode colocar para ficar com os pedidos feitos por telefone.

Já aquele que é garçom, mas é ágil em embalagem, você pode direcionar ele para fazer as embalagens dos pedidos.
E assim por diante.
Então, sim, encontrando a afinidade em cada um dos funcionários, é possível evitar grandes demissões, evitando gastos e dores de cabeças maiores.
Se os salários ficarem muito pesado para o caixa da empresa, você pode conversar e renegociar temporariamente.
Nada que uma boa negociação e conversa não resolva.

Você deve considerar também que a pandemia em algum momento vai acabar, e com os funcionários que já tem experiência e afinidade com o seu restaurante, será mais fácil retomar as atividades.
Sem contar que você vai estar colaborando para queda no número de desempregos, que está muito forte nessa pandemia.

Faça um sistema de entrega rápida

Você alguma vez estava com muita fome, e teve vontade de comer um lanche, fez o pedido e demorou muito tempo?
Com certeza deve saber o quanto é algo chato e que pode deixar uma pessoa chateada.
E sabemos que muitas vezes, isso pode ocorrer nem sempre por culpa do restaurante, onde um erro com o entregador, pode atrapalhar toda a cadeia de restaurante-cliente.

Desse modo, uma alternativa que muitos restaurantes estão seguindo na pandemia, é fazer um sistema de retirada rápida nos restaurantes. Até mesmo com essa ideias para restaurantes na pandemia faz a diferença e muito.
Em outras palavras, é como se fosse um drive-thru, onde os clientes fazem os pedidos por telefone, site ou plataforma, e retiram o produto diretamente no restaurante.

Ou seja, clientes que estão com mais pressa, ou até que querem o prazer de comer exatamente no momento que sai da cozinha, essa é uma alternativa.
E acredite, muitas pessoas estão usando esse sistema na pandemia, onde comer em casa nem sempre é o local preferido para muitos.

Faça um pré-atendimento: Ideias para restaurantes na pandemia

Desse modo, porque não colocar isso no seu restaurante? É até uma forma de criar mais uma logística e mudar a função dos seus atuais funcionários.

No entanto, para esse tipo de coisa, é necessário ter os cuidados sanitários que são previstos pelo próprio Ministério da Saúde.

Assim, é necessário criar uma gestão, para evitar possíveis aglomerações, com um limite de pessoas na fila, um pré-atendimento e dentre outras coisas.
A ideia é ser um sistema onde o cliente pede em sua casa, e vai ao local apenas buscar o seu pedido, sem demora.

Comece a fazer entregas e coletas sem contato

Saiba que grande parte dos clientes evitam comprar online devido ao contato necessário com o entregador, e todo o processo para receber o pedido.
Dessa forma, uma coisa que muitos restaurantes na pandemia estão fazendo, é o sistema de entregas e coletas sem contato.

Assim, uma grande alternativa é dar ao seu cliente uma opção de entrega sem contato.
O transportador deve deixar a comida na porta e, em seguida, enviar um SMS ou confirmar a entrega do pedido ao cliente.
Isso é até uma recomendação de muitos órgãos, afim de evitar o contato físico.
Portanto, não faça disso o único sistema de entrega, mas coloque dentre as suas opções, uma vez que realmente fará a diferença nesse atual cenário.

Traga promoções que induzam o cliente a comprar online

Sabe uma coisa que brasileiro gosta independente do cenário que ele está vivendo? São as famosas promoções.
Sendo assim, você pode trazer diversas promoções, como cupons de descontos, códigos promocionais e dentre outros, que induzam os clientes a comprar online.

Por exemplo, se o almoço completo custa R$ 35,00, você pode colocar um desconto de R$ 5,00 para compras realizadas online.
Isso vem sendo uma coisa muito comum nos restaurantes na pandemia, e que com toda certeza tem um alto poder de atrair vendas.
Principalmente no começo, isso pode atrair muitas pessoas, e assim tornar o seu negócio digital ainda mais reconhecido.

Só tome cuidado para colocar promoções que não atinjam o seu bolso, ou prejudique o lucro da sua empresa no final do mês.
Divulgue as informações a respeito de descontos e dentre outras coisas, nas suas redes sociais, criando essa interação com os seus clientes.

Faça pagamentos online: Ideias para restaurantes na pandemia

Os pagamentos online permitirão que você faça entregas sem contato pessoal.
Estudos mostram que no papel ou nas notas, o vírus pode persistir por até 24 horas.
Dessa forma, você pode assinar um provedor de pagamento, e realizar todo o processo de pagamento totalmente online.

O cliente faz o pedido, paga no próprio meio digital, e no final recebe o seu pedido em casa.
Muitos restaurantes na pandemia estão fazendo isso, por ser uma alternativa mais simples e direta.
Sem contar que você pode no final até fazer um acompanhamento mais preciso da sua renda mensal e dentre outras coisas.

Por fim, saiba que essas maneiras vão ajudar bastante ao seu restaurante se manter de pé durante a pandemia, abrindo novas oportunidades de mercado.
Lembrando que ao fazer isso, você já vai estar se adaptando ao presente/futuro, uma vez que a tendência é que esse sistema de venda só aumente.

Então, descubra formas de se reinventar e garantir que o seu restaurante, padaria, confeitaria, enfim, o seu sonho, possa continuar a todo vapor.

Como os outros restaurantes em outros países estão em relação a COVID-19?

Querendo ou não, o Brasil ainda é um dos países que mais está sofrendo em virtude da pandemia da COVID-19.
Isso porque, muitos países, devido ao avanço forte no sistema de vacinação, já estão flexibilizando as medidas de isolamento.

E o que isso quer dizer para os restaurantes e dentre outros estabelecimentos?
Isso confirma que as pessoas já podem, claro que ainda de forma limitada, frequentar e realizar uma alimentação fora do lar.

Dessa forma, em alguns países, como os Estados Unidos, as pessoas que já receberam as 2 doses da vacina contra a COVID-19, já podem andar sem máscaras em locais abertos.

Assim, restaurantes ao ar livre, e também aqueles em lugares fechados estão praticamente todos liberados, onde as pessoas podem frequentar e comer no local.

Investir em entregas online

Logo, os restaurantes na pandemia por lá, já estão conseguindo voltar aos poucos ao normal, mas claro, ainda sim investindo muito no sistema de entrega online.

Até porque, mesmo com o fim da pandemia, a tendência é que o sistema de entrega continue, uma vez que estamos na era dos pedidos online.

No entanto, não só os EUA estão retomando suas atividades, onde diversos outros estão países estão aos poucos retomando o novo “normal”.
Para você entender essa retomada dos restaurantes na pandemia, veja como anda a flexibilização das restrições nesse período:

Holanda:

Na Holanda, os restaurantes que ficaram por muito tempo fechados, voltaram a reabrir e permitir a alimentação fora do lar as 12 às 18 horas.

Nesse sentido, as pessoas podem entrar nos restaurantes sem horário marcado, e até podem consumir no local.
Vale ressaltar que essa flexibilização ainda está muito limitada, uma vez que grande parte dos locais de alimentação, só podem permitir uma quantidade X de pessoas no local.
Os locais de alimentação já estão abertos, mas museus, escolas, cinemas e teatros, entretanto, permanecem fechados.
Cerca de 30% da população geral do local já está vacinada.

Grécia

Após cerca de 6 meses fechados diretamente, alguns bares e restaurantes na Grécia já podem abrir suas portas, mas seguindo determinadas regras.
Por exemplo, se você é dono de um restaurante lá, é obrigatório realizar o teste de COVID-19 em todos os funcionários pelo menos 2 vezes por semana.

Além disso, todos os funcionários, e pessoas que não estiverem consumindo, devem estar devidamente com máscaras.
Vale ressaltar, que os restaurantes, padarias, bares e dentre outros, não podem ter músicas ao vivo, e devem fechar antes das 23h.
Muitos restaurantes, devido a essas regras, ainda continuam fortes no sistema de entregas online, que como já citamos, vem sendo a principal forma de sustento na crise.

Infelizmente, muitos restaurantes na Grécia tiveram que fechar suas portas, uma vez que foram 6 meses em fechamento total, o que prejudicou e trouxe a falência para muitos donos.
Mas, aos poucos, os donos de locais que vendem comidas, estão voltando para o novo normal, e assim aos poucos retomando a economia.

República Tcheca

Sendo um dos locais em que a pandemia do Corona Vírus chegou com muita força, a República Tcheca ainda retoma lentamente ao novo padrão.
A poucos meses, os restaurantes e bares foram autorizados a abrir, mas com número de pessoas bem limitados e seguindo todas as regras sanitárias.

Lá os restaurantes na pandemia sofreram bastante, o que levou a falência de muitos locais.
Atualmente, menos de 20% da população geral recebeu ao menos uma dose da vacina conta a covid-19.
O sistema de entrega online, ainda continua muito forte, e tende a continuar assim, até que pelo menos metade da população esteja totalmente imunizada.

Itália

A terra da pizza aos poucos vem relaxando as suas medidas sanitárias, e assim abrindo bares, restaurantes, e grande parte dos locais de comida.
Diferente de muitos locais, lá os restaurantes devem procurar ao máximo deixar os clientes ao ar livre, respeitando também o distanciamento social, indicado pelas autoridades da saúde. Até mesmo, a Itália vem procurando ideias para restaurantes na pandemia para aumentar suas vendas e assim não fechar as portas.

Por lá, a retomada está sendo bastante gradual, uma vez que ainda há muitos riscos de uma nova onda vim, e fechar os estabelecimentos novamente.
Seguindo o padrão dos outros países, lá grande parte dos restaurantes, continuam com o sistema de entregas online a todo vapor.

E o Brasil? Como está o andamento dos restaurantes?

Infelizmente, hoje o Brasil é um dos países que menos vacinaram pessoas por território, onde a pandemia ainda é algo muito forte.
No entanto, devido aos mais de 300 mil restaurantes e bares que foram fechados, a economia está bastante afetada, e algumas medidas estão sendo usadas.

Aos poucos os bares e restaurantes podem abrir suas portas, mas devem seguir todas as recomendações dadas pelo ministério da saúde, como uso de máscaras, álcool em gel próximo, distanciamento de pelo menos 2m.
Porém, ainda é algo bastante inseguro, uma vez que apenas cerca de 10% da população recebeu das duas doses do imunizante contra a COVID-19.

Aqui, o fluxo de comida em casa aumentou bastante, e tende a continuar muito em alta pelo menos até 2022.
O sistema de liberação dos restaurantes vária muito do estado para estado, para em grande parte pode abrir, com a capacidade reduzida.
Alguns com no máximo 30% a 50% da capacidade total do estabelecimento.
Com isso você consegue enxergar que o potencial das entregas do tipo online continua extremamente forte, e segue como uma tendência para os anos à frente.

Considerações finais

Sabemos que a atual situação das ideias para restaurantes na pandemia não é nada fácil, principalmente, para aqueles que não estão conseguindo se reinventar.
Seguindo os passos corretos, e aderindo as estratégias que os restaurantes de sucesso estão usando. Saiba que é totalmente possível conseguir diminuir grande parte dos impactos, e se manter de pé nessa crise.
Não deixe que a pandemia venha a distribuir o seu sonho.
Nos vemos em breve.

Informações adicionais:

Está pesquisando por ideias para restaurantes na pandemia? Portanto, não deixe de pesquisar aqui no PadeiroseConfeiteiros, como 20 Estratégias de vendas para atrair clientes, Monte sua padaria: emprestimo para abrir padaria.

Veja também:

Empréstimo para mei

Artigos relacionados