Guerra na Rússia: como isso pode afetar o preço dos pães?

Guerra na Rússia: como isso pode afetar o preço dos pães?. Você sabia que com a guerra na Rússia os pães brasileiros podem sofrer impacto e ficarem mais caros? Pode parecer estranho, mas essa é a realidade do momento em todo o mundo e se os conflitos continuarem, o cenário pode se tornar ainda pior.

Ou seja, sim, além de mercados como a gasolina, que já foi afetada diretamente aqui no Brasil, outros mercados como os pães e massas podem sofrer ajustes.

Até porque, poucas pessoas sabem, mas uma invasão, como a da Rússia na Ucrânia, afeta grandes e pequenos países. 

Dessa forma, infelizmente, o conflito está longe de afetar apenas os países envolvidos, trazendo diversos problemas diretamente ou indiretamente ao mundo todo.

Seja pela proximidade com a área atacada, seja pela ajuda humanitária ou ainda pelas relações comerciais com os países envolvidos.

É justamente isso que está acontecendo no momento, o impacto da Guerra na Rússia é tão grande que até os pães estão sendo afetados. 

Por fim, para você entender melhor, a seguir vamos te explicar porque um confronto em outro continente tem tanto poder de influenciar preços aqui no Brasil, em especial no mercado dos pães.

Porque a guerra na Rússia afeta o preço dos pães no Brasil?

O principal motivo para a Guerra na Rússia deixar os pães mais caros é que o país é o maior produtor de trigo do mundo. 

Além disso, ele é também o maior exportador do grão para todos os países.

E, devido a toda essa produção e exportação vinda do país, infelizmente muitos países acabam sendo afetados no poder de produção, precisando aumentar os preços para suprir o custo com matéria prima.

Com o início da guerra a produção do país reduziu e apenas isso já seria capaz de causar impacto na compra do produto. 

No entanto, outros fatores também estão relacionados a esse momento de conflito na Europa Oriental.

A maioria dos países declarou apoio à Ucrânia e condenaram o ataque russo. Por conta dessa posição antiguerra o mundo tende a cortar relações com a Rússia com a finalidade de pressionar o fim dos combates.

Isso quer dizer deixar de adquirir e enviar produtos para o país e conseguir um acordo. O fato de não manter relações, influencia diretamente na compra de trigo e na produção dos pães.

Outro motivo é que a China foi um dos poucos países a apoiar a ação de Putin e está se tornando a principal consumidora do trigo russo. Esse ato tem a finalidade de oferecer suporte aos russos para manter a Guerra na Rússia.

Se a China se tornar uma grande importadora do trigo russo, o impacto pode ser ainda maior, pois os preços serão ainda maiores.

O Brasil compra seu trigo da Argentina, que por sua vez compra a matéria prima diretamente da Rússia. Com os conflitos, o acesso aos grãos ainda não está escasso, porém isso pode mudar, caso a guerra continue por muito tempo.

Porque não se encontra substitutos para o trigo? Guerra na Rússia: como isso pode afetar o preço dos pães

Segundo a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), o trigo é o cereal mais importante de todo o mundo. 

Dessa forma, isso quer dizer que hoje ele faz parte da alimentação de humanos e da ração de animais em todos os países.

Além disso, o trigo contém substâncias, como o glúten, que não podem ser encontradas em outros cereais. O glúten é responsável pela leveza e elasticidade da massa que tornam o pão tão macio e saboroso.

Sem o glúten as características dos pães são diferentes, isso não quer dizer que seja ruim, porém não tem o mesmo sabor do pão tradicional. E sem falar nas outras funções do cereal, como ajudar no crescimento dos animais de pasto.

É por tudo isso que substituir o trigo por outro cereal é uma tarefa tão difícil e que não pode ser feita de um dia para o outro. 

Seria necessário muito estudo para encontrar alternativas realmente satisfatórias, fugindo dos aumentos devido a Guerra na Rússia.

Portanto, sim, isso acaba sendo uma grande dificuldade principalmente para os comerciantes de pães, que dependem principalmente da matéria prima.

Logo, não existem muitas alternativas diretamente viáveis, o que o aumento do preço dos pães acaba sendo as principais opções para reverter esse novo custo.

Quanto pode chegar o valor do pão no Brasil?

Se você acha que a guerra na Rússia relacionada ao aumento dos pães é apenas uma suposição, saiba que na realidade, esse reajuste já está em vigor.

Isso porque, diversas padarias no Brasil já precisaram reajustar os seus valores, principalmente do pão francês.

Dessa forma, em uma publicação do Diário do Nordeste, já é possível identificar um aumento de preço nos produtos da capital cearense, Fortaleza.

Nesse sentido, com o aumento do preço do trigo, verificou-se um aumento de até 7,5% no preço do pão francês.

Veja Como fazer pão francês caseiro de qualidade e mais frescor.

O quilo em muitos locais chega a custar algo em torno de R$ 15,98.

No entanto, vale citar que esse aumento segue também para diversos outros locais do país, sendo uma forte tendência, principalmente, se não houver acordos na Guerra.

Outros produtos afetados pela Guerra na Rússia além dos pães

E a Guerra na Rússia não afetou apenas os pães, outros produtos também sofreram alteração de preço. 

Desse modo, o petróleo e o gás natural foram os mais afetados em todo o mundo.

O motivo é que Rússia e Ucrânia são os maiores exportadores desses combustíveis e durante a guerra o suprimento foi reduzido e quase interrompido.

Assim, isso quer dizer aumento nos preços em todos os países que compram os produtos dos países em guerra.

O impacto do preço dos combustíveis pela Guerra na Rússia também afeta o preço dos pães, pois a produção fica mais cara, assim como a logística e transporte do produto final.  

Considerações finais: Guerra na Rússia: como isso pode afetar o preço dos pães

Você que é dono de uma padaria ou até mesmo o consumidor, qual a sua opinião com o aumento do preço dos pães devido a guerra na Rússia?

Nos vemos em breve.

Guerra na Rússia: como isso pode afetar o preço dos pães?
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on print
Imprimir
Share on linkedin
LinkedIn
Avalie essa receita!
[Total: 0 Estrelas: 0]

Publicidade

Share on facebook
Share on pinterest

© Copyright 2018-2021 – Padeiros e Confeiteiros.
Todos os direitos reservados.

X